O Devops na Transformação Digital

A agenda de transformação digital é crítica para a sobrevivência das organizações e está mudando a forma como conhecemos o trabalho em muitas profissões. Ao mesmo tempo, fazer a transformação digital não é apenar trazer a agenda de plataformas de nuvens, mobilidade, analytics, big data e internet das coisas para a sua organização. Sem uma mudança cultural que envolva reduzir dramaticamente o tempo de entrega de demandas e projetos, promover a aproximação de times e automatizar do ciclo de vida de projetos, não teremos sucesso. E para isso a cultura Devops é fundamental.

Devops – O que é isso?

Podemos pensar através na cultura Devops com a confluência de três fatores críticos no desenvolvimento e manutenção de software: pessoas, práticas e produtos.

Devops – O que eu ganho com isso?

Se você é um gestor, provavelmente está cansado das reclamações dos seus clientes internos e externos quanto a demora na entrega dos seus projetos, problemas de qualidade e desalinhamento. Também deve estar sendo pressionado para digitalizar a sua empresa e deve ouvir em base diária o mantra da redução do custo e aumento da eficiência operacional. Se você é desenvolvedor, QA ou do time de produção, provavelmente deve estar cansado com o retrabalho de muitas tarefas, sobrecarga de trabalho, incidentes nos ambientes de produção e até mesmo conflitos com pessoas de outras áreas da sua empresa.

O relatório State of Devops Report de 2016 – Puppet  apontou, através de um questionário com 25.000 profissionais ao longo de 5 anos, os seguintes fatos sobre organizações de alta performance na cultura Devops:

  1.  Fazem 200 vezes mais entregas e recuperam incidentes de produção 24 vezes mais rapidamente que organizações de baixa performance.
  2. Gastam 22% menos tempo com atividades não planejadas e retrabalho.
  3. Possuem empregados que fazem o dobro de recomendações do seu ambiente de trabalho para seus colegas. 

O Devops é um movimento de aprendizado contínuo, de aproximação de pessoas e de entrega de valor em ciclos curtos para as áreas de negócio. O Devops tem as suas bases conceituais em práticas provadas de processos enxutos (Lean/Sistema Toyota de Produção) contextualizados para a TI, bem como as experiências que funcionaram depois  de 50 anos de experimentação na engenharia de software. Tudo isso alinhado a uma visão minimalista e pragmática que corta tudo o que não é essencial e que pode ser automatizado por ALMs (Application Lifecycle Management Tools).

E como posso aprender mais sobre a cultura Devops?

Iremos explorar nessa série de posts o que é o DevOps e como implantar uma cultura DevOps na sua organização, basedo em experiências práticas de agilidade que executamos ao longo dos últimos anos, bem como na nossa observação contínua de casos no Brasil e no exterior.

 

Fechamos este post como uma pergunta. Você já começou a cultura Devops na sua organização? Compartilhe aqui as suas experiências e aprendizados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s