Agile Brazil 2019 – O Bom, o Mau e o Feio

Terminou mais uma edição do Agile Brazil, dessa vez nas alterosas. Muito bom que Minas Gerais tenha recebido pela primeira vez esse evento tão importante na comunidade Brasileira.

Vamos fazer uma resenha com impressões de pessoas que conversei e também com algumas opiniões pessoais minhas. Compilo aqui também alguns links para você se aprofundar em assuntos de algumas apresentações.

O Bom

The Heart of Agile

Começando do fim. A palestra do Alistair Cockburn, sobre o seu novo movimento chamado Heart of Agile. Baseado nas premissas de colaboração, entregas seguras para falhar, reflexão e melhoria contínua, Cockburn avança nas suas ideias lançadas no clássico livro Agile Software Development, de 2002.

Para saber mais:

Lean Inception

Paulo Caroli fez uma apresentação do seu já popular método de iniciação ágil baseado nas ideias da Startup Enxuta, fase de Iniciação do RUP e mecânicas do Design Sprint e Design Thinking.

Para saber mais recomendo o livro do próprio autor.

Práticas Antifrágeis de Engenharia de Software

Sim. A minha apresentação. 😅

Os retornos foram positivos e disponibilizei a mesma aqui no Slide Share para você.

O Caso Nubank

Alexandre Freire, diretor de tecnologia do Nubank, falou muito bem sobre agile na prática. OKRs, blameless postmortem, releases frequentes, business agility, Kudo Cards, Mob Programming, atendimento a deadlines, whole teams, Kudo Cards, DevOps de verdade, entre outras práticas. Wow!

Para saber mais:

Whole Team – Mob Programming (Programação em times)

Woody Zuill veio falar de flow, mob programming e os seus efeitos positivos para criar ambientes colaborativos, seguros.

    • Flow e Kanban

Scrum Patterns do Joseph Yoder

Padrões vem da experiência prática. Padrões são contextuais. E podem ser aplicados em muitos cenários. Joseph Yoder fez um tratamento um pouco mais formal desses padrões em sua apresentação no Agile Brazil 2019.

O portal abaixo mantém uma coletânea de padrões Scrum citados pelo autor que podem ser úteis na sua próxima iniciativa ágil

Práticas Emergentes
Alexandre Magno, um pioneiro da agilidade no Brasil, fez um bom bate papo sobre práticas emergentes e reforçou o papel do sense making para descobrir qual o tipo de prática mais apropriada para o seu contexto. Uma das ideias apresentadas foi o uso de frameworks de sense making como o Cynefin.

Uma boa introdução ao Cynefin pode ser encontrada aqui.https://www.infoq.com/br/news/2012/11/cynefin-gestao-de-mudancas/

The Whole Team

Todos os palestrantes que tiveram a coragem de estar lá e compartilhar seus aprendizados!!! 😀👏👏👏👏👏👏👏

Os seus trabalhos já estão sendo publicados no portal EventMobi e recomendo que você baixe as apresentações. Tem muita coisa legal lá e que não comentei aqui.

https://eventmobi.com/agilebrazil2019/

O Mau

  • Tempos pequenos para perguntas. Muita gente reclamando disto. Precisamos de mais learning 3.0 com as pessoas importantes da comunidade. (em público)
  • Local não promovia tanta interação devido ao sobe e desce das escadas e corredores pequenos para 1000 pessoas.

O Feio

  • Pessoal da organização do Agile Minas não foi chamado ao palco no fechamento e anúncio do Agile Brazil 2020.  Time de Minas trabalhou pesado no backoffice. Mas na hora do palco, ausentes. Por que? Que tal mais visibilidade para toda a comunidade Agile no Brazil?   😥

Filme inspiração do dia –  The Good, The Bad and The Ugly 😀

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s